Dicas sobre Estimativa de Esforço

Atualizado: 14 de jan.

Você é bom em fazer estimativa? Você já fez estimativa de esforço? Sim. É possível fazer estimativa de esforço. E é sobre isso que vamos falar.




Estimativa de Esforço


Poucos sabem, mas para que um projeto seja bem desenvolvido, é preciso fazer estimativas; e só apenas após detalhar o máximo possível do projeto é possível ser assertivo em uma estimativa de esforço.


Quando o projeto não é estimado, o que acontece é um verdadeiro desastre. O Time caminha por lugares inseguros, tudo acontece de forma diferente do que deveria e não acontece no prazo e ritmo necessários para a entrega.


Falando sobre estimativa de esforço, a minha dica é nunca tentar estimar todo o projeto ao mesmo tempo. Isso porque, quando se trata de fazer estimativa, a coisa não é tão fácil. E se estimar projetos pequenos não é fácil, fazer a estimativa de um projeto inteiro de uma única vez pode ser um grande erro. As estimativas de esforço devem ser estimadas por estória do usuário e, se possível já com suas Tasks quebradas, para que a assertividade possa ser elevada.


É verdade que você precisa fazer estimativas para traçar os prazos e chegar ao tempo necessário para a entrega do projeto, então faça. Porém, não deixe de levar em consideração que o seu planejamento pode mudar.


Outra dica que eu te dou com relação a estimativa de esforço é: Não ignore as etapas já concluídas, essas etapas são boas bases para fazer novas estimativas. Você pode usar o esforço do que já foi concluído para calibrar estimativas de esforço futuros. E lembre-se: tanto nos projetos simples, quanto nos projetos mais complexos, haverá variação da estimativa.



A variação da Estimativa de esforço na prática


Durante um projeto pode acontecer de você estimar que em uma atividade muito complexa, você gastará 8 horas, e durante a atividade, você descobrirá que existe uma técnica e/ou procedimento que fará com que ela dure apenas 2 horas. E o contrário também pode acontecer; você pode estimar um esforço de 10 minutos e gastar 3 horas. Com isso, o que quero dizer é: Imprevistos acontecem durante um projeto e eles devem estar dentro da sua estimativa.


Para concluir, quero dizer que uma forma bem-sucedida de fazer estimativas de esforço, é usar uma base de tamanho relativo. Isto é: podemos ser muito mais assertivos ao utilizarmos a fórmulas, como, por exemplo, P, M e G ou Sequencia de Fibonacci para estimar tamanhos, do que seríamos se pensássemos em estimar quantidade de horas; e nos próximos artigos falaremos exatamente sobre essas ferramentas


Fique atento às minhas redes sociais, sempre que publico um artigo novo, eu aviso por lá. Até o próximo!


#canvas #MVP #persona #sprint #uxdesign #userinterface #designthinking #plc #pitch #agile #agilidade #SCRUM #kanban #lean #produtosdigitais #backlog #okr #productdiscovery #productowner #scrummaster #userstory #agilista #leaninception #planningpoker #brunafonsecapro


38 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube