Vem entender as Estórias BDD comigo?!

Atualizado: 14 de jan.

Neste artigo vamos falar de Estórias BDD. Mas a pergunta é: o que é o BDD? Precisamos entender isso, não é mesmo?!


As Estória BDD

O BDD se originou do Test Driven Development-TDD, e, é a sigla para Behaviour Driven Development, uma técnica de desenvolvimento ágil que incentiva a colaboração entre os membros do Time.


O objetivo do BDD é fazer a descrição do comportamento do programa a ser desenvolvido. Mas ele não é uma técnica utilizada apenas para automatizar testes, ele também ajuda na construção de testes melhores.



Nesse sentido, o ponto principal do BDD está em descrever o comportamento do software antes da codificação. Ou seja, o BDD guia os testes de desenvolvimento do programa. De forma que é correto dizer: se os testes forem descritos depois do programa totalmente desenvolvido, O BDD não foi aplicado corretamente.


De forma resumida, podemos dizer que o BDD foca no comportamento do programa. E é importante dizer que o BDD pode ser usado em qualquer tipo de software. Outra coisa importante de falar é que no BDD há a participação de especialistas de várias áreas para ajudar na hora de definir o funcionamento do programa, como, por exemplo, o PO e os QA’s.



Benefícios das Estória BDD

  • Usar o BDD para escrever o comportamento do programa ajudará a melhorar a qualidade do produto de forma geral;

  • O BDD incentiva a colaboração da equipe desde o início;

  • O BDD facilita a conversa e o entendimento entre as equipes;

  • O BDD ajuda na legibilidade da descrição das funções do software e nas questões técnicas das implementações dos testes;

  • O BDD escreve cenários de usuário e ajuda a criar estórias e casos de testes.


Como escrever boas Estórias BDD e bons cenários de BDD


As Estórias BDD e os cenários são escritos usando o padrão composto por palavras-chave:

  • Como: Papel que desempenha alguma ação no produto em teste;

  • Eu quero: Realizar alguma ação no produto sobre teste;

  • Para: Algum resultado específico, ou que algo seja feito;

  • Dado: Pré condições para o meu teste;

  • Quando: Realizo alguma ação no meu produto em teste;

  • Então: Alguma coisa deve acontecer.

Em alguns casos, para compor cenários e Estórias BDD mais complexas, a letra “E” é usada.



Exemplo de Estória BDD

Eu, como motorista de ônibus, quero um GPS com recurso de reconhecimento por voz, para que eu não precise tocar na tela enquanto dirijo.


Dado: com recurso de reconhecimento por voz;

Quando: enquanto dirijo;

Então: um comando de voz deve ativar a funcionalidade de GPS.


Importante: As Estórias BDD devem ser escritas com foco em comportamentos.



Cuidados a serem tomados nas estórias BDD


Cuidado com Ambiguidades ao escrever as estórias de usuário. Ambiguidades são palavras que são claras para quem escreve, mas não tão claras para quem lê.


Para finalizar, quero te convidar a ler a nossa série de artigos sobre Estórias do usuário aqui mesmo no blog.


#canvas #MVP #persona #sprint #uxdesign #userinterface #designthinking #plc #pitch #agile #agilidade #SCRUM #kanban #lean #produtosdigitais #backlog #okr #productdiscovery #productowner #scrummaster #userstory #agilista #leaninception #planningpoker #brunafonsecapro

262 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube