Gerenciamento de Projetos Ágil: Velocidade é diferente de Agilidade

Hoje nós vamos falar sobre alguns mitos relacionados à gestão ágil de projetos, e um deles é a diferença entre velocidade e agilidade, ou seja, o tema é autoexplicativo: Velocidade é diferente de Agilidade.


Antes, me diga uma coisa: você acredita que uma lambreta pode ser mais ágil que uma Ferrari? Pois, eu te digo que SIM, pode. E se você quer saber como, continue a leitura.



Mitos que envolvem o gerenciamento ágil


O contexto da agilidade e dos frameworks é cheio de mitos que, muitas vezes, invalidam ou inviabilizam a transição do modelo tradicional de gerenciamento de projetos para o ágil, tanto nas empresas, quanto no consciente e inconsciente das pessoas e times. É o caso da diferença entre velocidade e agilidade.



Mas, antes de falar sobre esse mito, quero aproveitar o gancho e destacar outros mitos frequentes. Vejamos dois exemplos:

  1. Metodologia Scrum: Descrever e replicar o Scrum como uma metodologia é um erro tão frequente que já ganhou o status de mito, pois trata-se de um Framework e não uma metodologia ágil.

  2. Hibridação dos modelos de gestão: Outro mito comum é acreditar que por ser um Framework adaptável, o Scrum pode ser combinado com o modelo de gestão tradicional ou com o Kanban. Porém, isso não funciona.


Eu poderia trazer aqui outros exemplos, no entanto, quero ter mais espaço para trabalhar o tema do artigo e esclarecer porque a velocidade é diferente da agilidade.



Velocidade é diferente de agilidade


Esclarecer esse mito para os meus alunos, é um dos momentos em que eu mais me divirto em sala de aula. Isso porque quando digo-lhes que velocidade difere de agilidade, eles fazem aquela cara de espanto de quem está processando a informação, mas não está entendendo nada (igualzinho aquele meme que fica carregando quando alguém está processando a informação…)


Isso acontece porque todos nós estamos acostumados a ver a velocidade sendo mencionada sempre que se fala de agilidade, e assimilamos que elas são sinônimo, quando não são.


Por exemplo: Se alguém é mais rápido, dizemos que ele foi mais ágil. E se um carro é mais rápido também dizemos que ele é mais ágil. Porém, uma coisa (velocidade) não é sinônimo da outra (agilidade). Para entender melhor isso, vejamos o que diz o dicionário:

  • Velocidade: Qualidade de veloz. Movimento rápido; rapidez. Distância percorrida durante uma unidade de tempo.

  • Agilidade: é a capacidade de executar movimentos rápidos e ligeiros, como mudanças nas direções ou destreza para fazer algo de forma veloz.


Entendeu?


O que o dicionário nos diz é basicamente que: a Velocidade está relacionada à ação de ser mais rápido, enquanto a Agilidade está relacionada com a capacidade de definir a ação mais “rápida” (eficiente) em determinado contexto.


Para exemplificar isso, eu sempre gosto de trazer o exemplo da Lambreta e da Ferrari.


Se pegarmos uma Ferrari e uma lambreta e colocarmos ambas para disputar corrida em Interlagos, obviamente a Ferrari será muito mais rápida e também mais ágil.


No entanto, se mudarmos o contexto e colocarmos ambos no trânsito de São Paulo, no horário de pico, em uma sexta-feira com chuva, quem será mais ágil? Entende por que a velocidade é diferente de agilidade?


A Ferrari continua sendo mais veloz que a lambreta, mas a lambreta que vai estar ali cortando caminhos e passando pelos corredores, nesse contexto, passa a ser mais ágil, pois consegue se adaptar ao caos da situação que está inserida.


É isso que a gestão ágil de projetos propõe: identificar quando uma ferramenta é mais ágil para um determinado projeto/empresa diante da realidade e do contexto.


Acontece, que muitas vezes ao empregar o ágil nas empresas, o que se quer é mais velocidade (fazer mais entregas em menos tempo) e não é isso que vai acontecer na maioria das vezes. E por não acontecer assim, tem-se a ideia de que o ágil não funciona.


Porém, com o ágil o que se tem são entregas frequentes, mais sólidas, a otimização do trabalho e por consequência, o tempo, justamente por lidar com equipes mais preparadas para o desenvolvimento de projetos e também com menos problemas (retrabalho).



Conclusão: Velocidade é diferente de agilidade


Ser ágil é conseguir fazer entregas de valor independente do ambiente ou contexto, se adaptando a realidade do projeto.


A agilidade sempre estará presente em um contexto de velocidade. Mas a velocidade nem sempre estará presente na agilidade. Deu para entender? Se não, deixe sua dúvida nos comentários.


Você ainda não sabe fazer a gestão ágil de projetos e isso pode estar te custando tempo, entregas e resultados menos eficientes? Saiba que fazer um curso de Scrum pode te ajudar a resolver esses problemas.


Conheça aqui um o melhor curso de Scrum, por um preço que cabe em qualquer negócio.


Até!


#sprint #agile #agilidade #SCRUM #lean #produtosdigitais #productowner #scrummaster #agilista #agilizareduca #brunafonsecapro



14 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube