top of page

Conheça os 5 tipos de protótipos

Saiba diferenciar e se beneficiar dos 5 tipos mais utilizados e úteis de protótipos


Testar, desenvolver e viabilizar um produto exige diferentes técnicas de MVP (Minimum Viable Product, ou Produto Minimamente Viável), mas hoje vamos nos ater a uma das minhas preferidas, o protótipo.


Por isso eu quero que você conheça os 5 tipos de protótipos para que possa diferenciar se beneficiar dessa poderosa ferramenta!


Isso porque o protótipo é uma das ferramentas mais importantes e úteis para apresentar uma ideia, um projeto e também testar a viabilidade de produtos em geral onde há a intenção de lançamento/comercialização.


Mas afinal o que é um protótipo?


Podemos entender protótipo como uma pré-forma, algo que é feito pela primeira vez e a partir desse modelo de produto cria-se um padrão para ser replicado e aprimorado através do processo de melhoria contínua.


Dessa forma um novo produto pode ser lançado amparado pela ciência da validação que irá ser desenvolvido desde o design até a aceitação do público e de seu funcionamento antes de ser entregue ao mercado.


E por se tratar de uma ferramenta tão essencial e funcional é que o conceito de protótipo foi incorporado de maneira sólida e consolidada em todas as indústrias.

No entanto, a forma como testamos e criamos novos produtos vêm se transformando dia a dia, exigindo assim novas estratégias de desenvolvimento.


Dentre tantos tipos e estilos existentes no mercado temos 5 tipos de protótipos mais utilizados e considerados extremamente úteis e assertivos para viabilizar todo e qualquer projeto que você queira lançar no mercado.


Acompanhe esse artigo onde explicarei os 5 tipos de protótipos mais úteis para testar produtos!


Vamos juntos?


Diferentes produtos exigem diferentes tipos de protótipos


Se as áreas de atuação, utilidade e finalidade de produtos são diversificadas e múltiplas então por que ainda vemos a insistência em utilizar o mesmo modelo de protótipos para todas elas?


Um grande erro que observo na prototipagem é justamente a aplicação de um mesmo protótipo para testar diferentes produtos e ideias.


Isso porque diferentes produtos irão exigir testagens específicas e voltadas para sua especificidade para que sua funcionalidade e viabilidade sejam experimentadas com eficiência e assertividade.


Então agora eu gostaria de trazer para você os 5 tipos de protótipos mais utilizados para testar produtos e ideias com a finalidade de oferecer as melhores opções e soluções para os testes que você desejar realizar antes de lançar o seu produto no mercado.




Conheça os 5 tipos de protótipos mais úteis para testar o seu produto


Protótipo 1 - Protótipo de viabilidade


Descartável ou viável?


Quando utilizamos o protótipo de viabilidade, o objetivo é avaliar o desempenho de novas tecnologias e algoritmos e assim definir pela continuidade, descarte ou aprimoramento do produto a partir de um só código e assim prosseguir ou excluir o projeto.


O conceito foi criado por engenheiros para lidar com os riscos técnicos durante a descoberta de um produto.


Protótipo 2 - Protótipo de usuário de baixa fidelidade


Para definir o quão real é a aparência de um protótipo ou para simular o uso de um protótipo, o tipo protótipo de usuário de baixa fidelidade é extremamente útil e aplicável.


Designers de interação podem criar com esse tipo de prototipagem e simular algo que não é real a partir de uma ferramenta bastante popular nos dias atuais, o Balssamiq - que capacita de maneira rápida e simples os usuários na criação de interfaces de sites, aplicativos e softwares, por exemplo.


Ainda assim é importante saber que um protótipo de usuário de baixa fidelidade vai oferecer apenas uma dimensão, testar conceitos, descartar incertezas e ofertar uma ideia de fluxo de trabalho do seu produto.


Protótipo 3 - Protótipo de usuário de alta fidelidade


Este é um protótipo excelente para testar a usabilidade do seu produto e também oferece uma ótima forma de comunicar para o seu público-alvo a respeito dos benefícios e das características do mesmo.


Tal protótipo é o que mais se aproxima ao produto real, mas ainda assim saiba que o protótipo de usuário de alta fidelidade também se trata de uma simulação da realidade e que não utiliza dados reais.


Portanto tal protótipo não oferece provas concretas da viabilidade do seu produto, mas sim o contexto do que pode ou não funcionar a partir da experiência do usuário.


Cito aqui algumas ferramentas para utilizar o protótipo de usuário de alta fidelidade, são elas o Adobe XD, Marvel, Invision, Figma, Sketch, entre outras.


Protótipo 4 - Protótipo de dados ao vivo


Agora vamos falar de um protótipo que traz dados e que pode provar com mais precisão se a sua ideia vai ser funcional e viável.


O protótipo de dados ao vivo vai utilizar dados reais pesquisados através do tráfego ao vivo, ação que resultará em análises verdadeiras mais capazes de comparar com demais produtos existentes no mercado e assim trazer a comprovação real da viabilidade do seu projeto.


Alguns poréns precisam ser aqui expostos, pois para utilizar o protótipo de dados ao vivo será preciso a criação de um código por engenheiros especializados, a atualização de dados ao vivo e a criação já iniciada de um protótipo, - fatores que podem acarretar custos e investimentos mais robustos.


Protótipo 5 - Protótipo híbrido


Aqui falamos de um tipo de protótipo que pode combinar estilos e que, portanto, vai atuar em formato híbrido.


Um protótipo híbrido irá combinar características de diferentes tipos de testes acima citados para gerar o melhor resultado para uma ideia ou projeto.

Você pode combinar por exemplo a informação de dados ao vivo com uma simulação de usuário de alta fidelidade.


Através das combinações de um protótipo híbrido você poderá otimizar, baratear e agilizar o resultado do desempenho e da viabilidade da sua ideia.


Conclusão:


Independente da escolha entre os 5 tipos de protótipos, saiba que em todos eles pode-se encontrar soluções assertivas que farão com que o seu produto seja viabilizado da melhor maneira possível!


E o melhor de tudo é que a utilização dessa ferramenta potente e competente que é a prototipagem irá proporcionar a criação de um produto verdadeiramente viável e capacitado para estar no mercado performando com maior eficiência!


Tenha sempre em mente que o melhor tipo de protótipo será aquele que irá gerar menos custos, mais eficiência e possível sucesso para o resultado final do seu produto.






186 visualizações

Comments


  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube
bottom of page