Da Série Práticas de Retrospectiva: Energizer o que é e como colocar em prática?

Energizer, em português, quer dizer ‘energizar’ e, na prática de retrospectiva, significa isso mesmo: dar uma injeção de ânimo no time. É aquilo de chamar o time para perto e energizar todo mundo ou o maior número de pessoas, sabe?


Nessa etapa do Energizer é a hora de conectar as pessoas e tirar o foco delas de outras coisas, até porque a próxima prática, que inclusive abordaremos no próximo conteúdo, já é o PRATO PRINCIPAL, que é onde as informações serão realmente coletadas e acontecerá a “colocação dos principais pontos” para discussão por parte dos membros do time.


Então, sabendo que o principal objetivo do Energize é conectar pessoas, o que poderia ser melhor que fazer boas dinâmicas? É isso mesmo! Durante a prática do Energizer, devem ser realizadas dinâmicas que favoreçam a descontração, desinibição, interação, integração, aquecimento, etc.


Essa prática de retrospectiva, em especial, tem como principais características:

  • Ser simples e fácil de entender

  • Ser divertido

  • Ser orientado para o sucesso

  • Não ser ameaçador

E quanto tempo deve durar essa prática, prof? Boa pergunta! Na verdade, existe uma razão para que a primeira característica do Energizer seja “ser simples e fácil de entender”, e é justamente para que essa etapa não se estenda muito.


Em geral, o ideal é que o Check-in, o Energizer e o Check-out correspondam ao total de 20% do tempo, enquanto o “PRATO PRINCIPAL” deve ficar com os outros 80%. Por isso, o facilitador precisa saber conduzir muito bem todas as práticas de retrospectiva para não perder o foco. Okay?!


O motivo da distribuição de tempo ser assim, você entenderá melhor no próximo conteúdo. Então já fica ligado e me segue nas minhas redes sociais para ser avisado na hora da publicação.


LinkedIn

Instagram


Continuando…


Como Colocar o Energizer em Prática


Para entendermos juntos como colocar em prática o Energizer, vou trazer agora alguns exemplos. E aí, você tenta acompanhar meu raciocínio, combinado?!


1 - Faça um meme


Faça um meme é a nossa primeira sugestão de dinâmica e funciona assim:



Deve-se dar um tempo para o time pensar em um meme que representaria a última sprint, que pode ser algo pronto ou criado do zero.



E é claro que vão surgir memes hilários. Logo, essa dinâmica pode gerar descontração e boas risadas.





2 - Qual seria o rosto?



Nesta segunda sugestão de dinâmica, o time recebe um tempo para pensar, e precisará escolher uma figura, desenho ou personalidade que represente a última sprint ou até mesmo o time em si.



E como na primeira, as risadas são certas.







3 - Personal Map


Essa dinâmica é um pouco maior e é dividida em 5 etapas:


#1 Face Drawning: se você é o facilitador, peça para que as pessoas se dividam em duplas e desenhem um círculo no meio da folha. Logo em seguida, peça que cada um desenhe a outra pessoa da dupla no círculo, respeitando o timebox pré-definido (sugestão 3 min, mas não é nenhuma regra).


O Face Drawing rende boas risadas e é um bom início para as pessoas entrarem no clima da atividade.


#2 Começando o Mapa: após os desenhos, peça para que as duplas troquem as folhas, de forma que cada um fique com a folha desenhada com seu próprio rosto. Defina um novo time box (3 min) e peça para que as pessoas deem início ao próprio mapa. Elas podem escrever e/ou desenhar categorias (família, cidades, hobbies, música, características, etc.) e dentro dessas categorias puxarem tópicos relacionados a cada uma delas.


A única regra é que quando o time box terminar, todos devem soltar a caneta e levantar as mãos.


#3 Rodando: assim que todos tiverem levantado as mãos, peça para que passem o desenho para a esquerda e dê um novo time box para a próxima rodada (2 min).


Algumas pessoas não esperam ter que passar o seu mapa para as outras. Por isso, manter esta etapa como uma surpresa para o meio da atividade é divertido.


#4 Iteração: repita a etapa 3 até que cada um receba novamente o próprio mapa.


#5 Apresentação: depois que todos receberam seus mapas de volta, dê um tempo para analisarem novamente as imagens e explique que todos devem apresentar o próprio mapa, respondendo a algumas perguntas, como, por exemplo:

  • O que mais te surpreendeu?

  • O que você sentiu ao ler o seu próprio mapa?

  • Ficou muito diferente de como você se imaginava?

Tenha certeza de que as apresentações serão muito divertidas e renderam boas gargalhadas. Você vai ver!


4 - 2 verdades e 1 mentira


Essa é a nossa quarta e última sugestão de dinâmica, e aqui, também, você deve dar um tempo para o time pensar, e depois pedir que cada membro conte 2 verdades e 1 mentira sobre si.


Feito isso, peça que os demais tentem adivinhar o que é mentira e o que é verdade.


Além de provocar boas risadas, essa dinâmica ajuda a aumentar a integração entre os membros do time e favorece para que eles se conheçam mais.


Lembrando que você, facilitador, deve estar sempre antenado para conduzir o time dentro do tempo proposto e não permitir que a etapa do Energizer se estenda demais e prejudique o andamento.


Dito isso, ficamos por aqui com esse terceiro conteúdo da série sobre prática de retrospectiva. Maaaaas, quero deixar uma dica sobre o próximo conteúdo: ele está surpreendente e vai contar com algumas técnicas especiais de feedback. Você não vai perder, vai?!


Então te espero lá, beijinhos e até!


#sprint #agile #agilidade #SCRUM #lean #produtosdigitais #productowner #scrummaster #agilista #agilizareduca #brunafonsecapro


5 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube