top of page

O que são Métricas Ágeis para Produtos?

As metodologias ágeis transformaram a forma como desenvolvemos produtos nos últimos anos, acelerando a entrega, melhorando a qualidade e promovendo a colaboração entre equipes.


Disso tudo nós já sabemos, no entanto, para garantir o sucesso contínuo de um produto, é essencial acompanhar seu desempenho por meio de métricas ágeis.


Neste conteúdo eu vou abordar o que são métricas ágeis de produtos digitais, por que elas são cruciais e quais métricas você deve considerar para medir o progresso de seu produto

O que são Métricas Ágeis para Produtos?

A principal característica das métricas ágeis de produtos é sua natureza objetiva e orientada a dados. Em vez de depender apenas de intuições ou suposições, as equipes ágeis deveriam se basear em métricas para entender como o produto está se saindo, onde as melhorias são necessárias e como podem otimizar seus esforços.


Mas antes de entendermos quais são algumas dessas métricas, precisamos compreender por que as métricas são importantes para o sucesso de um produto digital.

  1. Feedback contínuo: coletar feedback constante sobre o progresso do produto. Isso permite detectar problemas mais cedo e fazer ajustes antes que se tornem grandes obstáculos.

  2. Transparência: dados promovem a transparência, tornando o desempenho do produto visível para toda a equipe e partes interessadas. Isso ajuda a criar um ambiente de colaboração e responsabilidade.

  3. Tomada de decisão: com base em dados, pode-se tomar decisões direcionadas ao produto. Isso reduz o risco de desperdiçar recursos em funcionalidades que não agregam valor.

  4. Melhoria contínua: As métricas não apenas indicam problemas, mas também destacam funcionalidades que estão indo bem. Isso permite que as equipes identifiquem práticas eficazes e as reproduzam em outras partes do produto.

  5. Alinhamento com objetivos de negócios: Métricas ajudam a alinhar os esforços da equipe com os objetivos de negócios. Isso garante que o trabalho esteja contribuindo para o sucesso geral da empresa.

Principais Métricas Ágeis para Produtos

Agora que já entendemos a importância de medir seu produto digital, é importante também saber escolher as métricas certas para cada situação e isso depende das características do seu produto e dos objetivos específicos que você deseja alcançar. No entanto, algumas métricas são amplamente aplicáveis e podem servir como ponto de partida:

  • OKR (Objectives and Key Results): O OKR é uma ferramenta amplamente utilizado para definir objetivos em organizações ágeis. Ele envolve a definição de objetivos de alto nível e, em seguida, a identificação de resultados-chave que indicam o progresso em direção a esses objetivos.

  • Lean Analytics: é uma abordagem que se concentra em identificar as métricas mais importantes para medir o sucesso do seu produto digital. Ele propõe o uso de um conjunto de métricas específicas com base no estágio do ciclo de vida do produto.

  • Métricas Pirata (AARRR): Este framework é frequentemente utilizado por startups e empresas de tecnologia. As métricas AARRR representam Aquisição, Ativação, Retenção, Receita e Referência. Cada uma dessas métricas se concentra em uma fase específica da jornada de uso do cliente com o seu produto.

  • HEART: Desenvolvido pelo Google, o Framework HEART se concentra em métricas de experiência do usuário. Ele inclui categorias como Felicidade (Happiness), Engajamento (Engagement), Adoção (Adoption), Retenção (Retention) e Tarefa (Task Success). Essas métricas ajudam a avaliar a qualidade da experiência do usuário.

  • Customer Development Metrics (CDM): Estas métricas se concentram em ajudar a entender os problemas e desafios que os clientes enfrentam. Ele inclui métricas relacionadas à descoberta do problema, validação da solução e criação de clientes.

  • Customer Lifetime Value (CLV): O CLV é uma métrica fundamental para produtos digitais. Ele mede o valor total que um cliente traz para o seu negócio ao longo de seu ciclo de vida. Isso ajuda a priorizar o foco na retenção de clientes e na maximização do valor.

  • Balanced Scorecard: É um framework mais amplo que pode ser aplicado à medição do desempenho em geral, não apenas para produtos digitais. Ele inclui quatro perspectivas: financeira, cliente, processos internos e aprendizado e crescimento. Cada perspectiva pode ser adaptada para incluir métricas relevantes ao seu produto.

  • NPS (Net Promoter Score): O NPS é uma métrica amplamente utilizada para medir a satisfação e a lealdade do cliente. Pode ser incorporado a outros frameworks para avaliar o impacto do produto na satisfação do cliente.

Lembre-se de que o framework ou abordagem que você escolher deve se alinhar com os objetivos e as características específicas do seu produto digital. Você pode até mesmo combinar elementos de diferentes frameworks para criar um conjunto de métricas personalizado.


O importante é escolher métricas que estejam alinhadas com os objetivos do seu produto e que forneçam insights acionáveis para a melhoria contínua.


Até o próximo =)

22 visualizações

Comments


  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube
bottom of page