top of page

Que bom, Que Tal, Que Pena na validação de produtos digitais

Então vem cá que eu quero te ensinar essa estratégia para validar suas ideias, testes de usabilidade e protótipos que vai te ajudar a viabilizar várias etapas de um produto digital!


Para que serve o Que bom, Que Tal, Que Pena?


Utilizar essa ferramenta para validar ideias em um processo de Discovery de produto vai te ajudar em muitos sentidos e, apesar de ser ampla a gama de usabilidade dessa ferramenta, o que eu mais gosto nela é o fato de ser extremamente simples.


Por isso vim aqui te contar para que serve o Que bom, Que Tal, Que Pena, então prepara o print porque esse conceito vai abrir a sua mente, quer ver?


Importante você saber que essa ferramenta é versátil, e que você pode construí-la em uma cartolina, em um papel ou a partir de uma ferramenta digital, como o MIRO, por exemplo.


Aqui o “meio” é o que menos importa, pois, os resultados que o Que bom, Que Tal, Que Pena vão te oferecer superam qualquer interface!


O que eu gostaria que você compreendesse é o uso dessa dinâmica para validar produtos digitais.


Pois é através dela que você vai conseguir:

  • Validar conceitos e ideias;

  • Validar funcionalidades;

  • Validar usabilidades;

  • Realizar entrevistas com o usuário de maneira organizada e assertiva; e ainda,

Viu só como o Que bom, Que Tal, Que Pena é super útil na cultura de produto?

E eu gosto muito quando uma prática extremamente simples pode levar a resultados extraordinários!


Por isso agora vamos colocar o conceito em prática; acompanhe.


Exemplos na prática do Que bom, Que Tal, Que Pena


Para construir o board de Que bom, Que Tal, Que Pena você vai precisar de 3 colunas dispostas lado a lado.


Novamente, não importa o “meio”, ok?


A dinâmica é algo como essa imagem que coloquei aqui abaixo, com as afirmações dispostas e contendo espaços para expor as respostas e comentários.


Fonte: Meu Negócio UOL

O Product Manager, Product Owner e Product Designer podem assumir o papel de facilitadores nessa dinâmica junto aos usuários finais para conduzir o processo que ao final irá levar às validações necessárias.


Sempre preenchendo frases que iniciem com: Que bom, Que Tal, Que Pena e que façam relação com as questões relacionadas ao produto digital, que podem ser funcionalidades, necessidades, soluções ou novas ideias.


Importante que você saiba algumas regrinhas para aplicação do Que bom, Que Tal, Que Pena. Cada um dos usuários finai que forem convidados para realizar a validação através desta ferramenta, receberá 3 post-its por validação.


Sim, podemos realizar mais de uma validação por sessão, através de desafios, como por exemplo: 1) Realizar login, 2) acessar seu perfil, 3) comentar um post.


E, para cada uma dessas atividades ele realiza uma validação no board, e o usuário que estiver validando só pode por um post-it por coluna, podendo deixar de colocar um em alguma das colunas, mas nunca dois na mesma. Explico o por quê.


Mesmo que o usuário tenha duas percepções que poderiam ser colocados em uma mesma coluna, queremos entender aquilo que para ele tem maior impacto.


Ao final da sessão, os facilitadores deverão se reunião com o time de produtos e realizar o processo de filtragem das informações coletadas, debater e priorizar o que irá se transformar em História do Usuário e compor o Product Backlog.


Objetivos do Que bom, Que Tal, Que Pena


Os objetivos do Que bom, Que Tal, Que Pena visam sempre o aprimoramento e a validação das ideias, mas podemos enfatizar alguns tópicos, veja:

  • Compreender as opiniões do time ou dos usuários do produto;

  • Debater as percepções e conhecer melhor as necessidades do seu usuário;

  • Obter feedbacks a respeito de um produto; sabendo o que precisa melhorar, alterar e também o que está super funcionando bem.

Diante dessa ferramenta que tem um viés lúdico, eu ainda gosto de trazer um objetivo que considero muito positivo, que é a leveza e até uma certa descontração na realização da atividade que potencialmente levam a respostas mais sinceras, seja dos usuários ou do time de produto.


A ferramenta Que bom, Que Tal, Que Pena na validação de produtos auxilia demais na exposição de questões que muitas vezes estão pouco claras ou ainda subjetivas.


Experimente no seu time!


Conta para mim se você já usou o Que bom, Que Tal, Que Pena na validação de produtos?


Até a próxima!


2.511 visualizações

Comments


  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube
bottom of page