top of page

A importância da prototipação rápida na criação de produtos digitais

No competitivo mundo do desenvolvimento de produtos digitais, a prototipação rápida se torna uma ferramenta indispensável.


Minha trajetória nesta área me ensinou que a eficiência e a inovação tem que caminhar juntas para o sucesso.


Neste conteúdo de hoje, eu compartilho insights valiosos sobre como a prototipação rápida pode acelerar o desenvolvimento de produtos digitais de forma assertiva.


O que é prototipação?


Prototipação é uma abordagem que antecede o desenvolvimento e que enfatiza a criação rápida e iterativa de versões de teste de um produto. Ela permite experimentar ideias, testar funcionalidades e obter feedback imediato.


A prototipação rápida (de baixa fidelidade) é fundamental porque:


  1. Reduz o tempo de desenvolvimento: Ao identificar problemas cedo, economiza-se tempo na fase de desenvolvimento.

  2. Melhora a qualidade do produto: Feedback contínuo ajuda a aprimorar o produto e quanto antes isso ocorre, menor risco de seguir um caminho de insucesso.

  3. Estimula a inovação: Encoraja a experimentação e a tomada de riscos calculados.


Te convido a incrementar essa leitura entendo os 5 tipos de protótipos.


Ferramentas de prototipação


Diversas ferramentas facilitam a prototipação rápida:


  1. Sketch: É um software de design de interface do usuário (UI) e experiência do usuário (UX) amplamente utilizado, especialmente no design de websites e aplicativos móveis.

  2. Adobe XD: Oferece recursos para design e prototipagem. Porém como qualquer software da Adobe, é complexo e repleto de funcionalidades.

  3. Figma: Ferramenta colaborativa, Open Source e que permite prototipar em equipe. Ganhou a graça das empresas e Products Designers por popularizar os conceitos de UI e UX, além de uma interface limpa e simples.

  4. InVision ou Marvell: Permite criar protótipos interativos, mas também interar imagens JPG criadas em outra ferramenta, como Canvas por exemplo. O que já é mais que o suficiente, quando queremos apenas validar uma ideia ou um fluxo.


Cada ferramenta tem suas particularidades e escolher a certa depende do momento do projeto.


Etapas da prototipação


  1. Ideação: Nesta fase, brainstormings e esboços ajudam a dar forma às ideias iniciais.

  2. Design e desenvolvimento do protótipo: Aqui, utiliza-se as ferramentas de prototipagem para criar uma versão mais funcional do produto.

  3. Testes e Feedback: O protótipo é testado com usuários reais para coletar feedbacks valiosos.

  4. Iteração: Com base no feedback, o protótipo é refinado e melhorado.


A prototipação rápida é mais do que uma ferramenta; é uma filosofia que deveria ser aplicada sempre antecipadamente ao desenvolvimento, mesmo em fases posteriores ao Discovery e MVP do produto, o que chamamos de Dual Track.


Ao adotá-lo, podemos transformar ideias em produtos de sucesso de maneira mais eficaz e inovadora.

13 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube
bottom of page