Estimativa de Esforço Planning Poker : Entendendo Tudo

Atualizado: 15 de jan.

Hoje nós estamos concluindo a série sobre estimativa de esforço Planning Poker, mais especificamente Planning Poker. Porém, antes de dar sequência, vamos relembrar os outros dois artigos da série:


Vejamos:


O que é Estimativa de esforço Planning Poker?


Para que um projeto seja bem desenvolvido, é preciso fazer estimativas do trabalho e do esforço necessário desde o início da execução até a entrega; e é a isso que nos referimos ao falar sobre estimativa de esforço Planning Poker. Somente após detalhar o máximo possível do projeto, é possível ser assertivo em uma estimativa de esforço.


Vale dizer que quando o projeto não é estimado, o que acontece é um verdadeiro desastre. O Time caminha por lugares inseguros, tudo acontece de forma diferente do que deveria e não acontece no prazo e ritmo necessários para a entrega.


É muito importante nunca tentar estimar todo o projeto ao mesmo tempo. Isso porque, quando se trata de fazer estimativa, a coisa não é tão fácil. E se estimar projetos pequenos não é fácil, fazer a estimativa de um projeto inteiro de uma única vez pode ser um grande erro. A estimativa de esforço deve ser realizada de acordo com a estória do usuário e, se possível, já com suas Tasks quebradas, para que a assertividade possa ser elevada.


P, M, G e GG.: Como estipular o tempo de um Backlog


A partir de agora, começaremos a falar sobre o nosso tema: Estimativa de esforço com foco na classificação por: P, M, G e GG.


Para estipular o esforço de um Backlog é preciso, primeiro, organizar o Backlog. E isto deve ser feito rapidamente. E para isso é preciso reunir todas as requisições externas e internas e colocá-las em ordem cronológica. Tome sempre o cuidado de não deixar de relacionar nenhum requisito na Backlog e, por consequência, deixar algum de fora da estimativa de esforço, uma vez que é na estimativa de esforço que os tamanhos classificatórios P, M, G e GG são determinados.


Agora vamos ao texto de hoje.


Estimativa de esforço Planning Poker


Para saber mais sobre esse assunto e entender a estimativa de esforço de forma mais completa, acesse o meu site aqui, e leia a nossa série.


Como funciona o Planning Poker



O Planning Poker consiste em uma sequência de valores atribuídos a um conjunto de cartas; e essa sequência pode ser definida de diversas formas.


E falando de Planning Poker, podemos dizer com certeza que a escala de sequência de valores mais usada pelo Time Scrum, baseia-se numa parte da sequência de Fibonacci modificada: 0, 1/2, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 20, 40 e 100, além das cartas que contém símbolos: interrogação, infinito e pausa para o café. Importante citar, que no Planning Poker Scrum, descartamos as cartas 0, 1/2 , 40 e 100. É importante que eu diga que cada número dessa sequência é correspondente a uma carta, e cada carta servirá como uma "caixa" para cada item do Product Backlog (entenda o que é Product Backlog, clique aqui).


O Planning Poker é definido em uma reunião de refinamento de da Sprint. Participam dessa reunião o Time Scrum, o Product Owner e o Scrum Master. No entanto, a estimativa de esforço é feita apenas pelo Time de Desenvolvimento.


Acontece da seguinte maneira:

  1. O Product Owner assume o papel de explicar as User Storys;

  2. Scrum Master guia o Planning Poker, que é o que garantirá o seu funcionamento adequado;

  3. O Planning Poker se inicia com a descrição das User Storys detalhadas e priorizadas no Backlog;

  4. O Time estima cada User Story com um Story Points.

  5. Os Story points são representados pela sequência de Fibonacci, sendo eles unidades de medida relativa que combinam pontos como complexidade e tamanho, auxiliando na estimativa de cada User Story.


Passo a passo da Estimativa de esforço Planning Poker

  1. O Product Owner seleciona e faz a leitura das User Storys priorizadas no Product Backlog para todo o Time, explicando-o da forma mais clara possível;

  2. O Time Scrum discute a User Story apresentada e o Product Owner esclarece as dúvidas que surgem;

  3. Cada membro do Time recebe liberdade e privacidade para selecionar uma carta e representar uma estimativa de esforço;

  4. As cartas são expostas;

  5. Se todos do Time tiverem selecionado a mesma carta, então a estimativa de esforço está concluída. Mas se as estimativas forem diferentes, os membros discutem para expor suas opiniões e ideias e então fazem mais uma rodada.


Se depois da segunda repetição do passo 3, houver discrepâncias de estimativa, três soluções podem ser tentadas:

  • O Time pode fazer uma média das estimativas;

  • Se os números forem próximos, o Time pode então só optar por escolher a maior;

Ou,

  • O Time pode repetir o passo 3 até todos escolherem a mesma carta.


Para finalizar, preciso dizer que as estimativas do Planning Poker não são convertidas em horas, servindo somente para medir o esforço de cada história do usuário, já estimando suas tarefas técnicas. Entendido?


Não deixe de acompanhar as nossas séries completas:

Me siga nas redes sociais para receber conteúdo e também as novidades imperdíveis que estão sendo preparadas para você.


#canvas #MVP #persona #sprint #uxdesign #userinterface #designthinking #plc #pitch #agile #agilidade #SCRUM #kanban #lean #produtosdigitais #backlog #okr #productdiscovery #productowner #scrummaster #userstory #agilista #leaninception #planningpoker #brunafonsecapro

114 visualizações
  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube