top of page

TESTE A/B em Produtos Digitais

Você sabe o que é, para que serve e como fazer e um teste A/B em produtos digitais?


Então vem cá que eu quero te explicar!


TESTE A/B em produto – o que é?


Aqui estamos nós novamente falando em testes de validação!


Mas o que todo Product Owner precisa conhecer, são os tipos de teste para poder validar um produto que seja verdadeiramente funcional e usual.



Por isso acho importante falar de testes, abordando a usabilidade, entrevistando usuários e usando todas as técnicas possíveis para validação de um produto digital.


Você sabia que o teste A/B oferece um enorme potencial de melhora e de crescimento de um produto digital?


Incrível né?


A ideia do teste A/B consiste em usar duas ou mais versões de protótipos de alta fidelidade que precisam ser diferentes entre si.


Com dois ou mais cenários A e B para testar, com isso vamos conseguir gerar outros testes como as minhas entrevistas de profundidade de forma mais assertiva.


Assim o meu produto pode subir de patamar e oferecer uma versão final muito mais top!


Mas afinal, para que serve um teste A/B em produto?


Olha só, é importante que em cada nova funcionalidade apresentada você possa obter análises.


Durante um teste o seu foco pode estar em:

  • Desenvolver melhorias;

  • Observar desempenho;

  • Testar a usabilidade da funcionalidade;

  • Experimentar mudanças na interface;

  • Descobrir a navegabilidade, entre outras...

E aí produteiro, agora que você já entendeu melhor para que serve um teste A/B em produtos digitais, vamos aos exemplos práticos?


Como fazer e um teste A/B em um produto digital?


Olha, a primeira coisa que eu quero que você, Product Owner faça, é um bom planejamento do seu teste A/B antes de começa-lo.


Eu sugiro que você comece criando uma hipótese, que pode trazer uma dúvida, a respeito de determinada funcionalidade.


A partir dessas dúvidas, que você vai mapear, é que o teste A/B pode ser bem planejado.


Portanto defina super bem o objetivo que quer alcançar com o teste A/B para poder tirar o máximo de respostas dele.


Não deixe de chamar seu time de UX e de Desenvolvimento para participar do planejamento!


Agora quero te mostrar aqui um exemplo que eu adoro abordar nas minhas aulas sobre como fazer e um teste A/B em produtos digitais.


Vamos pensar em um produto digital, que pode ser um e-commerce de vendas de roupa mobile.


Nele a gente precisa testar algumas funcionalidades, tais como:

  • Saber se o menu de navegação fica melhor no campo superior esquerdo, ou aberto posicionado abaixo;

  • Se é melhor utilizar o ícone de uma sacolinha ou de um carrinho para a visualizar os itens adicionados para compra;

  • Se os itens adicionados serão marcados com uma bolinha, com um alerta ou então com a quantidade de objetos que já foram colocados dentro do carrinho.

Mas ATENÇÃO!


É importante que o validador teste os dois cenários com o mesmo usuário e que possa coletar a percepção dele a partir de uma amostragem.


Pronto!


Temos um teste A/B para colocar em prática e precisamos contar com o mesmo usuário para testar as duas (ou mais) versões.


Isso é bem importante heim!


Outro ponto crucial é que o teste não pode ser feito apenas com um único usuário.

O motivo é porque você vai precisar captar as análises em uma amostragem e para isso é necessário que exista uma percepção de diversos usuários (sugiro de 8 a 12 validadores).


Ou seja, em uma amostragem você vai observar o que uma maioria entendeu como a melhor experiência de uso no produto.


Com o resultado do seu teste A/B em mãos você vai poder aprimorar e ter mais clareza de como um produto deve ser oferecido ao consumidor final!


Gosto muito de ensinar técnicas de testagem justamente porque são elas que oferecem mais chances de aprendizado para fazer sempre mais e melhor.


Me conta se ficou com alguma dúvida e se gostou desse conteúdo?

Até breve!


14 visualizações

Comments


  • Instagram Bruna Fonseca
  • Linkedin Bruna Fonseca
  • YouTube
bottom of page